Um dia




Ter entrado como sempre atrasada e sem fantasia para a ópera do dia. Ter sido a última na fila de distribuição das vagas ao paraíso. Ter dormido com a cara no vidro. Ter atropelado um gato e, ao meio-dia, ter enganado as tripas. Ter ido para a faculdade para ser punida em 18 dias de abstinência pelo atraso dos livros. Ter proferido ameaças entre os dentes quando ninguém mais ouvia. Ter dançado tango. Descobrir que não sabia dançar tango. Ir para casa e atender um telefonema aos gritos. Ter a lembrança que implorava desculpas a um amigo. Ter ido para a cama e, como quem toma um tiro na testa, dormido.




Fabiana B. Farias

Jonathan  – (21 de abril de 2010 20:00)  

Lindo, Fabi!!!! Terrivelmente lindo!!!! Incrível como vc sempre consegue expressar os sentimentos em imagens mt fortes!!!!!

Fábio Flora  – (22 de abril de 2010 05:09)  

Também gostei do texto, com bom ritmo e cheio de imagens bacanas, como "ter dormido com a cara no vidro" e "ter ido para a cama e, como quem toma um tiro na testa, dormido". A ilustração também foi bem sacada. Beijos e sucesso com o blog!

Mateus Henrique Zanelatti  – (22 de abril de 2010 09:07)  

Ual! Muito bom. Muito forte!!

Abração!

Charles F. Miranda  – (11 de maio de 2010 10:34)  

Tb não sei dançar tango Fabi... só o Rebolation kkkk. Lindo demais!!

Luciana  – (7 de junho de 2010 07:24)  

"Ter entrado como sempre atrasada e sem fantasia para a ópera do dia". Disse tudo nessa frase...

Postar um comentário

About This Blog

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP