Mais uma do amor


Amor, quando contei sobre aquela terrível doença
Você chorou.
A cirurgia, os exames,
A fraqueza do depois do corpo aberto
E eu ouvi sua voz.
Chorei tanto.

É isso.
Nós choramos.
Vivemos saudades,
A alegria, alegria.

Nos amamos nas crises de riso que temos na cozinha.
Por alguma bobagem momentânea
E vai ser sempre assim.
Através do tempo que desgasta tudo.
O esmalte, as roupas, as pessoas, o corpo, os sentimentos...
Ele só não desgasta esse mistério
O amor.



Fabiana B. Farias
(Outubro de 2010)

Jonathan  – (23 de outubro de 2010 14:49)  

Ah, o amor!!! Sempre o amor!!!
O amor que vence sempre!!!! Ele sempre vencerá, Fabi!!! Sempre!!!

bjsssssssssssssss

Elisa Beatriz  – (25 de outubro de 2010 19:36)  

Lindo texto, Fabi!!
Verdade, e o amor nunca se desgasta.Quanto mais se dá, mais se tem!
Bjus!

Postar um comentário

About This Blog

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP