Um dia (II)



para Charles Miranda


Eu só observo.
Um dia chegou esse homem.
Precisava de dinheiro.
Filha-precisando-de-transplante-de-medula.

“Mas eu só observo.”
Pensei em dizer.


Ele falava
E fazia gestos para descrever cada palavra
Como quem fala com surdo-mudo.


A mão era seca.
“A nossa vida é seca”
Eu disse sem dizer.

Eu só observo.
Mas infelizmente escuto demais.



Fabiana B. Farias
(2010)

Charles F. Miranda  – (21 de julho de 2010 14:35)  

Assim vc acaba comigo!! E o pobre coitado deve continuar por aí, contando sua (talvez) mentira mal interpretada com gestos desnecessários (deve ter achado q eu era surdo-mudo pq não consegui dizer nada enquanto observava kkkk), sem saber q eu ri de tudo qndo me deu as costas, te contei ainda rindo e agora tá tudo aqui transformado em beleza. Não comprei a bala que (talvez) ajudasse a salvar sua filha, mas contribuí pro nascimento de uma poesia... to perdoado (talvez) kkkk. Obrigado... te Atoron!!

Greco  – (27 de julho de 2010 06:20)  

Olá, tudo bem? retribuir sua visita, profundo seu blog...rs gostei! espero voltar sempre...

abs

Greco.

Lynn Polli  – (1 de agosto de 2010 17:58)  

Perfeito seu blog, desde a layout, textos e fotos dos mesmos.

Perto de Mim  – (10 de agosto de 2010 15:39)  

Se for melhor fugir...fuja!!! rsrs

Postar um comentário

About This Blog

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP